Lições que aprendi cuidando das minhas suculentas

bahzofilaetc_licoes_suculentas_01

Já faz alguns meses que ganhei minhas suculentas plantinhas gordinhas de aniversário e surpreendentemente elas continuam vivas!

Dentre os vários tipos de plantinhas, estas são consideradas de certa forma fáceis de se cuidar, mas acredito que elas sejam realmente fáceis quando você tem total conhecimento de como esse cuidado “simples” deve ser feito. Claro, como todo ser vivo, elas precisam das condições ideais para crescerem fortes.

Só para esclarecer: sou uma pessoa normal como todo mundo, sem super conhecimentos sobre plantas, especialmente as suculentas. O que compartilho hoje com vocês é tudo fruto dessa vivência com elas. Então vamos lá!


Lição 1 – Pesquise bastante

bahzofilaetc_licoes_suculentas_02

Para começar, suculentas precisam de pouca água e um sol bacana. Essa foi a informação imediata que obtive e comecei confiando nelas. Mas a verdade é bem mais complexa.

Cada tipo de suculenta é diferente: uma espécie vai necessitar de mais ouenos água do que a outra. Então, ao comprar uma plantinha gordinha (ou um conjunto delas), faça uma pesquisa inicial.

Se você for virginiana como eu ou gostar de catalogar coisas e organizar coisas, pode fazer fichinhas das suas plantinhas. Quase uma Pokedex!


Lição 2 – Respeite os intervalos entre as “molhagens”

bahzofilaetc_licoes_suculentas_03

Eu sei que pode ser difícil, principalmente se você tiver outras plantinhas que precisem ser aguadas todos os dias…

Mas é necessário! As suculentas (assim como os cactos) quando regadas em excesso começam a apodrecer pela raiz e vão morrendo. Claro que há formas de se salvar uma suculenta nesses casos, mas melhor evitar que isso aconteça.

Cada tipo de suculenta precisa de uma certa quantidade de água… Plantei uma gordinha nova com as minhas duas primeiras e ela não se adaptou bem… As outras estão crescendo enquanto a terceira parece estar morrendo (vou tentar evivê-la!).


Lição 3 – O clima interfere muito

bahzofilaetc_licoes_suculentas_04

Outra coisa que li por aí é que você precisa molhar as plantinhas com menor frequência  em épocas frias e maior frequência quando está quente.

E é verdade! Mas nenhum lugar vai te contar que frequência é essa. Então. nesses casos é melhor ir testando aos poucos, e sempre evitar molhar demais.


Lição 4 – O substrato importa

É importante, quando for mudar uma suculenta de vaso (ou montar um vaso com várias) , que você respeite todas as camadas necessárias do substrato.

Resumidamente, elas são: pedrinhas ou argila expandida, areia, terra adubada com areia.

Muitas pessoas também recomendas utilizar um substrto pronto para cactos, que vão dar os nutrientes e a drenagem que as suculentas precisam.


Lição 5 – Tenha MUITO cuidado ao manusear mudas

bahzofilaetc_licoes_suculentas_05

Essa foi uma lição muito sofrida, especialmente com a plantinha nova.

As folhas de qualquer suculentas são pouco flexíveis e se soltam facilmente. Muito facilmente. Então ao transplantar a terceira suculenta MUITAS folhas se soltaram, mesmo eu sendo muito cuidadosa. Foi sofrido mas eu aprendi.


Lição 6 – Paciência, muita paciência

Essa é básica no cuidado com qualquer planta, mas para mim tem sido um aprendizado mais demorado.

Sou super controladora e gostaria que as plantinhas demonstrassem mais claramente se estou cuidando direitinho ou não, então fico super preocupada!

Mas é importante ter paciência, respirar fundo e seguir as orientações. Mas nenhuma regra é inflexível e você vai conhecendo as suas plantinhas com o passar do tempo, adaptando o que for necessário.

Também aprendi com essa experiência que sua noção de paciência não é a única medida de tempo.

Sabe todas aquelas folhinhas que se soltaram da terceira plantinha? Pois é… Coloquei todas sobre a terra e deixei para que gerassem novas mudinhas. Fiquei observando por várias semanas e só duas haviam vingado. Acreditei que as outras folhinhas tinham morrido mas não as joguei fora…

Aí, num belo dia, fui dar um oi para as plantinhas e o que eu vejo? Todas as folhinhas deram mudinhas!!!


Não acho que eu tenha desenvolvido um dedo verde (principalmente porque acho que as minhas meninas não estão 100%…).

E vocês? Tem plantinhas gordinhas? Como cuidam delas? Me conta aqui nos comentários!

É isso!

Anúncios

Um comentário sobre “Lições que aprendi cuidando das minhas suculentas

  1. Tia Marcia disse:

    Querida Bah! Fiquei emocionada com a sua relação com as suculentas. Elas realmente são resistentes e fofas. Vivem muito e quando encontram o ambiente ideal, começam a sair mudinhas da base de suas folhas mesmo sem replantar. O recipiente fica cheio e algumas vão descendo em direção geo positivas. Quando as crianças eram crianças comecei a cuidar de algumas, mas a cada filho o tempo reduzia e fiz uma opção na primeira mudança.Adorei achar seu blog, meio sem querer, e descobrir esse lado botânico que tanto amo. Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s