.Jogos: 7 razões para jogar Dying Light

bahzofilaetc_Dying_Light_poster

Para um(a) amante da temática de zumbis, jogos são sempre uma alegria de se viver. Ainda mais se o jogo em questão for Dying Light.

Dying Light é um jogo de sobrevivêndia em primeira pessoa. Desde o momento em que vi o trailer eu sabia que seria um jogo favorito… e eu estava certa! Agora que o zerei, queria compartilhar com vocês algumas razões para jogá-lo!


1 – História

No fundo, no fundo… É o clássico tipo de zumbi que surge a partir de um agente patológico. O seu personagem (Kyle Crane) é um agente da misteriosa agência GRE, que te solta dentro da cidade de Haran com a missão de resgatar arquivos confidenciais.

A cidade está em quarentena devido à contaminação, ou seja, nada sai! As pessoas passam dificuldades, os recursos são escassos e você tem de se virar com o que conseguir. Muitos itens necessários como kit médicos, gazuas (para abrir fechaduras) e até armas você mesmo precisa fazer com componentes que encontrar pelo mapa.

Além dos zumbis, você precisa lidar com todo tipo de pessoa que aparecer no seu caminho, inclusive pessoas nada amigáveis.


2 – Missões e mapa aberto

A história se desenvolve por meio de missões que você tem de cumprir pelo enorme mapa aberto da cidade. Ao vasculhar cada cantinho você também se depara com várias missões paralelas que, além de permitirem um maior desenvolvimento do personagem, apresentam diversos moradores da cidade e suas histórias (muitas vezes malucos  como o cara que acha que é um lobisomem…).


3 – Jogabilidade

Uma das minhas coisas favoritas neste jogo é a jogabilidade. Os movimentos são todos inspirados no parkour, o que significa escalar quase qualquer coisa, fugas incríveis, ataques incríveis e explorar a cidade da forma que você quiser. Se não fosse por algumas missões, você poderia passar boa parte do jogo nos telhados das casas (hahahaha).

Simplesmente uma das melhores coisas nesse jogo. Palavra de uma jogadora muito medrosa que adora ter mil opções de fuga!


4 – Modo noturno

Acho que eu sou uma das últimas pessoas que deveria falar sobre o modo noturno de jogo mas ele precisa ser elogiado! Como já falei logo ali em cima, sou uma jogadora muito medrosa. Agora imagina que você é extremamente medrosa(o) e tem fobia de escuro. Agora se coloque num mapa totalmente escuro, no qual os zumbis são mais fortes e inclusive existe um tipo de zumbi superforte que só existe a noite e te persegue para sempre. POIS É. Te adesafio a acender a sua lanterna!

Vou confessar que devido a vários medos eu tentei evitar o modo noturno o máximo possível, já que realmente eu era dominada por um medo sem limites. Mas acho que o bacana é justamente isso. O jogo te apresenta duas propostas diferentes: o modo diurno, no qual você tem uma grande liberdade de locomoção e consegue ter vantagem em combates diretos; e o modo noturno, muito mais tenso, perigoso, no qual você basicamente só corre pela sua vida e tenta completar algumas missões. Difícil ficar entediado.

bahzofilaetc_Dying_Light_SC_2


5 – Gráficos incríveis

A maioria dos jogos hoje tem ótimo gráficos, mas é sempre com frisar aqueles que você gosta! Os efeitos são super bem feitos: desde a água da lagoa, aos reflexos de luz, até a gosma que escorre do nariz do zumbi. Você tem tudo. Mas uma das coisas que eu gosto muito é subir na torre mais alta da cidade (em algum ponto você fará isso, dentro ou fora de uma missão) e ver toda a cidade.  À medida que as horas do dia passam, você vê os efeitos que acompanham a passagem do tempo. Parabéns aos responsáveis, que atentaram a todos os detalhes.

bahzofilaetc_Dying_Light_SC_1


6 – Humor negro

O jogo tem um humor negro ótimo. Desde o nome de armas que você pode fazer, zumbis tropeçando e caindo de predios até pessoas malucas e delirantes, você vai dar algumas gargalhadas nesse jogo. Se nada disso funcionar, você terá a oportunidade de fazer vários partobas… hahahah.


7 – Expansão a caminho!

Sim! Dying Light: The Following está a caminho com um novo mapa enorme (do tamanho do mapa original de Dying Light) novas armas (inclusive agora você pode dirigir carros) e informações sobre a história de Kyle Crane. Infelizmente ainda não foi divulgada a data de lançamento. Quer sentir as emoção? Veja o trailer:


Eu não joguei no modo co-op nem no multiplayer, então se alguém teve a experiência e quiser complartilhar sua opinião, é só deixar um comentário aqui embaixo!

O jogo está disponível para Playstation 4, XBox One, Microsoft Windows e Linux. Para os jogadores de PC como eu, vocês podem encontrar o jogo na Steam e na Nuuvem.

Então é isso! Já jogaram o jogo? O que acharam?

.Etc: Coisas legais por aí!

Se tem uma coisa legal nessa internet da vida é achar coisas interessantes! Então vamos à lista de hoje!


Os lobos de Yellostone

O Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, reinseriu lobos em seus habitats após 70 anos de sua completa ausência. Os reflexos disso são incríveis! Quer ver? É só clicar ali em cima. Para os fominhas que quiserem ver todo o documentário, é só clicar aqui.


 Hang Drum

Adoro descobrir instrumentos diferentes! Vocês conhecem esse? Ele mais tem cara de disco voador do que tudo mas faz um som muito legal (fans de Mushishi vão reconhecer).


Brittney Lee

bahzofilaetc_linkslegais_brittneylee

Essa moça é designer, desenhista, aquarelista e trabalha com animações. Você já deve ter visto trabalhos delas em alguns filmes como Frozen, sabe? No seu blog ela posta diversas criações muito lindas.


Harry Potter ilustrado

bahzofilaetc_linkslegais_harry_potter_ilustrado

É isso aí! Em algumas semanas será lançada a primeira versão completamente ilustrada de Harry Potter (e aprovado pela própria J.K. Rowling)! Estou curiosa pra ver como vai ficar (super fan!).


Pokémon Go!

bahzofilaetc_links_legais_pokemon_go

Sempre adorei Pokémon. Joguei em Gameboy até não dar mais, e ai eu joguei em emuladores pelo computador até não poder mais (2). Aí essa semana sai a novidade: a Nintendo vai lançar o Pokémon Go, para Android e iOS em 2016! O legal é que ele vai interagir com os arredores do jogador por meio de GPS e realidade aumentada. Quer saber mais? No G9 você encontra mais informações!


É isso!

Follow my blog with Bloglovin

Jogos: Hearthstone

Follow my blog with Bloglovin

Sempre gostei muito de jogos. Qualquer tipo de jogo! Videogames, jogos de tabuleiro, jogos para computador, fliperama (ai meu deus… que old school), e jogos de cartas! Neste último tive aventuras muito frustradas com Magic, já que eu tinha dificuldades em mergulhar a fundo nele. Sem um alto grau de comprometimento com o jogo fica difícil de ganhar algumas partidas, e perder sempre pode ser bem desanimador. Não que isso seja um problema do jogo, de forma alguma! Eu só realmente não consegui me encontrar no Magic, a mil anos atrás (hahahaha… é!). Mesmo tendo persistido e tentado muito. Muito.

Mais recentemente tive uma experiência feliz com Magic graças a uma amiga linda que me ensinou várias coisinhas e a uma cabeça mais madura (será?). Também joguei Spellfire por um tempo e gostei.

Então foi numa onda de saudades de jogos de carta que encontrei Hearthstone. Depois de alguns anos sem jogar nenhum card game me deparei com esse da Blizzard que é online e gratuito! Pode ser jogado no computador, no tablet ou no celular!

bahzofilaetc_jogos_hearthstone_wallpaper800x600

Os combates são baseados em turnos e você pode jogar com nove heróis do World of Warcraft (é, aquele MMO), cada qual com cartas específicas pra construir um deck. Além das cartas exclusivas de cada classe, há váááárias cartas neutras que, juntas, compõem uma infinidade de tipos de decks e formas de se jogar. Cada herói também possui um “hero power”, que permite interagir com outros heróis ou criaturas.

Bahzofilaetc_Hearthstone_Herois

Ah… parece muito complicado e difícil igual Magic…

É e não é. O jogo tem seu próprio sistema de se apresentar ao jogador por meio de aventuras individuais, pelas quais todos têm de passar. Depois de fechar esse “ciclo básico” você é liberado para jogar contra outras pessoas e em outras modalidades.

Aí as coisas ficam um pouco mais complexas, uma vez que para cada herói existem vários decks possíveis, com abordagens diferentes. Há aqueles decks agressivos, focados em reduzir rapidamente a vida do herói. Há aqueles que focam mais no controle de criaturas, com partidas mais demoradas. Tem deck de dragões, deck de mechs (que eu carinhosamente chamo de deck robozinho, olha ele alí embaixo!), deck de pirata e por aí vai! Cada um pode construir quantos decks quiser (mas o jogo só te permite ter 9)! Se bater um pânico e você não souber por onde começar, o jogo tem decks básicos prontos de cada herói, além de um “deck helper”.

Bahzofilaetc_Hearthstone_deckrobozinho

Tem vários sites e canais do youtube (brasileiros e gringos) que falam sobre decks, sua eficiência e todos os segredos do jogo (como esse).

Mas eu preciso saber de tudo isso pra jogar?!

Não precisa se seu objetivo for jogar casualmente (como eu!). Eu jogo bem intuitivamente, mas de tempos em tempos recebo orientações do meu amor (<3) que é louco com esse jogo e sabe de tu-do. Depois de passar pelo “ciclo básico” você já sente qual que é a onda de cada herói e pode ir se achando a partir daí!

Mas tem muitas pessoas que jogam profissionalmente em campeonatos e que jogam constantemente no modo rankeado. Esse é um perfil de jogo bem competitivo no qual conhecer todas as cartas e decks, assim como a mecânica de cada herói, é muito importante.

Falando nas cartas, como que eu consigo as minhas?!

Ao completar o “ciclo básico” você começa o jogo com algumas cartas de cada herói e cartas neutras. Á medida que jogar contra outros jogadores, seu herói aumenta de nível e você ganha novas cartas. Também pode-se comprar os pacotinhos na lojinha do jogo, no qual vem 5 cartas, ou fazê-las a partir de um material obtido com a destruição de cartas que você já tem.

Bahzofilaetc_Hearthstone_cards_priest

Mas você falou que o jogo era gratiuto!

E é! Você pode, se quiser, investir algumas dilmas comprando pacotinhos e aventuras avulsas, que te darão cartas especiais muito bacanas! Mas o jogo não te obriga a isso. Todo dia é dada uma quest de batalha aleatória, cuja recompensa são dinheiros do jogo (gold), que você acumula para comprar pacotinhos! Com três quests (duas se ganhar quests boas) você já compra um pacotinho! O mesmo pode ser feito com as aventuras avulsas!

Bahzofilaetc_Hearthstone_cards_compra    Bahzofilaetc_Hearthstone_abrindo_pacotinho

E o jogo é “só” isso?

Se tem um jogo que não me deixa entediada é o Hearthstone (e olha que eu jogo to-dos os di-as). Você pode jogar contra outras pessoas no modo Play, treinar no modo solo, fazer as aventuras avulsas, jogar no modo rankeado e tentar ser o melhor (é difícil… mas vale a pena pelos prêmios!), tentar a arena montando um deck com cartas aleatórias e fazer a taverna da semana (que sempre tem desafios diferentes e – na maioria das vezes – divertidos). Sem falar das expansões que trazem novas cartas, terrenos e elementos para os combates!

Esse post ficou enorme e estou só apresentando jogo pra vocês! Bem por alto!

Termino então deixando dois videos legais com gameplay e o link do jogo na página da Blizzard!

É isso!