.Séries: Penny Dreadful e o terror bom

bahzofilaetc_PennyDreadful_poster2

Sou uma medrosa esquisita quando se trata de filmes, séries ou jogos de terror. Morro de medo, de verdade, mas ao mesmo tempo morro de curiosidade e quando vejo, lá vou eu de novo, assistir ou jogar alguma coisa que vai me deixar olhando por cima do ombro por semanas.

Quando comecei a assistir Penny Dreadful não achei que ficaria assim mas isso acabou acontecendo. Não somente pelo terror presente mas pelo tanto que a série mexe com você. É um terror bom. É uma dessas coisas que te envolvem e todo ano espero ansiosamente pela nova temporada!

Penny Dreadful é uma série de terror com fantasia, ambientada na Inglaterra do século 19. Mistura diversos personagens muito famosos deste mesmo universo literário: Drácula, Van Hensilg, Dr Victor Frankestein (e seu monstro), Dorian Gray, dentre vários outros. Além das ilustres figuras que conhecemos, a série ainda traz cenas com demônios, possessões, lobisomens, bruxaria, assassinatos brutais e poderes sobrenaturais! Quando colocado tudo junto num único parágrafo pode parecer que a história será muito forçada e que não fará nenhum sentido… Mas faz!

bahzofilaetc_PennyDreadful_poster

A história acontece de forma multifocal, cujos pontos se encontram e seguem um caminho juntos, mas que paralelamente ainda estão envolvidos com seus conflitos e não conseguem se ver livres deles.

Na primeira temporada o ponto de encontro é a busca e resgate de Mina, filha do Sr Malcom Murray (Timothy Dalton), que conta com a ajuda de sua protegida Vanessa Ives (Eva Green – YES!!!), mulher maravilhosa que possui poderes sobrenaturais e mais alguma coisa e Sembene (Danny Sapani), servo do Sr Malcom que tem com ele uma dívida a ser paga (ele é um desses personagens que fala pouco, mas você tem certeza que ele sabe de todos os segredos do mundo).

A eles se juntam o Sr Ethan Chandler (Josh Hartnett), pistoleiro americano que foge de algo muito sombrio de seu passado e Dr Victor Frankenstein (Harry Treadaway), perseguido pela sua criação (Rory Kinnear) e pela escuridão dos experimentos que realiza.  De quebra ainda temos Dorian Gray (Reeve Carney), que dispensa apresentações, mas pra quem ainda não o conhece é um jovem imortal, cujo envelhecimento recai sobre um certo objeto ao invés dele. Sua participação perpassa o caminho de diversos personagens, mas acredito que seu propósito fique mais claro na segunda temporada (tchan tchan tchaaaaan!).

E estes nem são todos os personagens….

Josh Hartnett as Ethan Chandler, Harry Treadaway as Dr. Victor Frankenstein, Eva Green as Vanessa Ives and Timothy Dalton as Sir Malcolm in Penny Dreadful (Episode 101). - Photo: Jonathan Hession/SHOWTIME - Photo ID: PennyDreadful_101_1233rc

No começo do post eu falei sobre ficar com medo e olhar por cima dos ombros… E sim, a série dá uns bons sustos e pode te deixar com bastante medo. No início eu não levei o terror da série muito a sério, mas ela te joga uma cena tensa atrás de outra e você se pega com os dentes cerrados e segurando a respiração! Tenho muito medo do escuro e quando estou assistindo à série esse medo é elevado exponencialmente! E preciso dizer… Se na primeira temporada você já achou o clima pesado, espere só até assistir a segunda.

bahzofilaetc_pennydreadful_temporada2_ives

A série conta com ótima fotografia, retratando lindamente a Inglaterra do século XIX.

bahzofilaetc_pennydreadful_fotografia

Se você se pergunta sobre o nome da série, saiba que ela foi nomeada segundo histórias curtas de terror que eram publicadas e vendidas a 1 penny (1 centavo) na Inglaterra neste mesmo período, chamadas de Penny Dreadfuls.

A temporadas possuem de 8 a 10 episódios e a terceira já foi confirmada, estreiando em 2016!!! Cadê 2016 chegando?

Deixo pra vocês então o trailer da primeira temporada – repleta desse terro bom, que infelizmente não tem legenda… Mas vale muito a pena assistir.

E caso vocês já tenham visto a primeira temporada, ou são só curiosos mesmo, clique aqui para ver o trailer da segunda temporada. Mas é cheio de spoilers! Cheio!!!

Então é isso! Estão animados para o mês do Halloween?

.Séries: RuPaul’s Drag Race

Follow my blog with Bloglovin

*Devido ao alto grau de amor pela série, teremos muitos gifs neste post*

Tenho preguiça de alguns reality shows e reality competitions, me interessando atualmente por aqueles que envolvem comida (hahahahaha). Porém, contudo, no entanto, desde quando descobri Rupaul’s Drag Race no Netflix, tenho assistido e reassistido episódios incessantemente. Sejam novos episódios ou “antigos” favoritos, tenho uma dedicação com essa série que é sem igual. Mas porquê tanta paixão ?

Bahzofilaetc_RupalDragRace-gif1

Rupaul’s Drag Race é uma série de reality competition na qual RuPaul – que é uma das, se não a mais bem sucedida drag queen da atualidade – busca a nova “super estrela drag queen dos EUA” (america’s next drag superstar). A primeira super modelo drag queen do mundo, RuPual é a apresentadora e mentora das participantes, guiando-as dia após dia nos desafios propostos.

Bahzofilaetc_RupaulDragRace-gif2

A cada semana, as participantes participam de um mini-desafio e um desafio principal, passando por competições de costura – nos quais precisam criar looks inteiros do nada – a até desafios de atuação, canto, dança, stand-up comedy, fotografia e vários outros que a produção conseguir imaginar.

Elas são julgadas pelo próprio RuPaul, dois juízes fixos e dois juízes convidados e ao fim de cada semana, uma competidora é eliminada.

Bahzofilaetc_RupaulDragRace-gif4

A maioria das participantes são americanas, mas em cada temporada sempre aparece uma ou duas participantes de Porto Rico. A primeira temporada contou com nove competidoras, chegando a 14 na sétima  e última temporada, lançada este ano.  As selecionadas são bem diversificadas em seu estilo, personalidade e grau de sociabilidade (hahahaha…).

Além de ser altamente divertido, RuPaul’s Drag Race trata de identidade de gênero, expressão de gênero e orientação afetiva-sexual de forma leve e bem humorada, mas sempre frisando o respeito e a igualdade (são questões ainda muito confusas para várias pessoas, por isso recomendo assistir esse video aqui).

Acredito que o que mais me cativa nesta série são as mensagens de respeito, empatia, compaixão, descoberta e valorização de quem você é, seja lá o que você for.

Bahzofilaetc_RupaulDragRace-gif6

De que em você existe algo de especial que merece ser desenvolvido e reconhecido. De que você, antes de qualquer um, deve se amar e buscar tudo aquilo de bom que você merece e que, a partir disso, você conseguirá devolver para o mundo todo esse amor encontrado dentro de si.

Bahzofilaetc_RupaulDragRace-gif10

Sempre que assisto uma nova temporada de RuPaul’s Drag Race me sinto apegada demais à temporada passada e às minhas drag queens favoritas. Ainda não assisti a sétima temporada, mas estou ansiosa para vê-la!

Bahzofilaetc_RupaulDragRace-gif3

É isso!

E vocês? Já assistiram à série? Qual sua a drag queen favorita? #sharonneedles4ever

Bahzofilaetc_RupaulDragRace-gif7